Rolling Stone Brasil
Busca
Facebook Rolling Stone BrasilTwitter Rolling Stone BrasilInstagram Rolling Stone BrasilSpotify Rolling Stone BrasilYoutube Rolling Stone BrasilTiktok Rolling Stone Brasil
Entretenimento / ENTREVISTA

Às cegas, brasileiro conquista papel em X-Men '97, nova série da Marvel: "Quando fiz teste para isso?"

Radicado nos Estados Unidos, Gui Agustini é a voz de Roberto da Costa, o Mancha Solar, na sequência do Disney+ da série clássica da década de 1990

Henrique Nascimento (@hc_nascimento)
por Henrique Nascimento (@hc_nascimento)

Publicado em 20/03/2024, às 12h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Às cegas, o brasileiro Gui Agustini conquistou papel em X-Men '97, nova série da Marvel: "Quando fiz teste para isso?"
Às cegas, o brasileiro Gui Agustini conquistou papel em X-Men '97, nova série da Marvel: "Quando fiz teste para isso?"

No episódio de estreia de X-Men '97, a voz de Gui Agustini é uma das primeiras a surgir na tela, por trás da figura de Mancha Solar, o primeiro super-herói brasileiro da Marvel. Nascido no Brasil, filho de mãe argentina e pai peruano, o ex-tenista e agora ator, radicado nos Estados Unidos, foi escolhido para viver Roberto Da Costa, que se junta ao time de heróis mais adorados da franquia, composto por personagens como WolverineTempestade, CiclopeJean GreyVampira e tantos outros.

Em entrevista à Rolling Stone Brasil, Gui Agustini revelou que chegou ao universo Marvel sem querer. Enviou o teste para um projeto qualquer e, apenas meses depois, recebeu a resposta de que viveria o mutante capaz de absorver energia solar na sequência da animação clássica da década de 1990:

"Eu falei: 'O quê? Quando fiz teste para isso?'", brincou. "Fiquei meio desnorteado, não estava entendendo. Aí fui nos meus e-mails e lembrei que havia feito [o teste]. Então foi uma alegria imensa e muita honra."

+++LEIA MAIS: X-Men '97, sequência da animação clássica da Marvel, estreia no Disney+

Agustini começou a se interessar pela atuação após abandonar o tênis e migrar para a carreira de modelo. Quando se deu mal em um comercial de uma rede de fast food, em que precisava atuar para as câmeras, decidiu que era melhor investir em aprimorar as suas técnicas. Desde então, trabalhou em produções dentro e, especialmente, fora do Brasil, como os filmes Solteira Quase Surtando (2020) e Painho (2022), e a série A Mulher do Viajante no Tempo (2022).

Agora, o ator passa a integrar uma das franquias de maior sucesso da cultura pop. "[Me sinto] muito orgulhoso de poder fazer parte desse elenco, desse universo tão grande. De poder representar o Brasil, de ser o escolhido para fazer a voz do Mancha Solar, que é o primeiro e único super-herói brasileiro da Marvel", declarou.

Na conversa, Agustini afirmou que a pressão de fazer uma produção da Marvel não aumentou a sua responsabilidade na hora de realizar o trabalho: "Eu recebo um trabalho e quero dar o meu melhor", justificou. No entanto, ele admitiu que, por ter crescido assistindo a X-Men, animação exibida entre 1992 e 1997, que deu origem à novidade do Disney+, e ter oportunidade de representar o Brasil na história trouxe uma "alegria a mais" ao trabalho.

+++LEIA MAIS: X-Men '97 é desenhada à mão, revela diretor de nova série da Marvel

Além da representatividade, X-Men '97 também proporcionou a Agustini a oportunidade de colaborar com o time da Marvel na criação de seu personagem: "Eu tive uma conversa com a equipe para entender o que eles haviam pensado para o personagem, para essa nova versão. A minha sorte é que eles já tinham incluído, por exemplo, várias expressões ou palavras em português, então eles já queriam entrar com essa caracterização", relembrou.

Para o ator, a parte mais difícil foi o sotaque de Roberto da Costa. Como vive nos Estados Unidos há muitos anos, Agustini conserva pouquíssimos vestígios do sotaque brasileiro em seu inglês, então precisou encontrar um meio termo em sua atuação: "Como a mãe do Roberto da Costa é americana, apesar de ele ter crescido no Brasil, eles preferiram que eu mantivesse a maneira como eu falo inglês hoje em dia. Então, é uma versão de um inglês mais neutralizado, mais americano", contou.

"Porém, eu tive a oportunidade de falar palavras brasileiras, de ajudá-los com expressões e o que é um pouco mais nativo para a gente. Às vezes, eles haviam escrito de uma maneira e realmente queriam a minha opinião, se estava correto, se havia uma outra maneira de falar, como seria melhor. Foi muito legal ter essa liberdade, essa responsabilidade de falar: 'Prefiro falar dessa maneira, acho que vai ser melhor, encaixa melhor com o que vocês querem'", celebrou o ator.

+++LEIA MAIS: Chefe da Marvel comenta saída de criador de X-Men '97 logo antes da estreia

Criada por Beau DeMayo (Cavaleiro da Lua), que recentemente deixou a Marvel Studios após escrever os roteiros para uma possível segunda temporada da animação, X-Men '97 acompanha a equipe de mutantesseguindo o último desejo de seu líder, o ProfessorXavier, e continuando a lutar para proteger os inocentes e pela harmonia com os humanos. Assista ao trailer:

Qual foi a melhor série de 2024 até agora? Vote no seu favorito!

  • Percy Jackson e os Olimpianos
  • True Detective: Terra Noturna
  • Expatriadas
  • Zorro
  • Sr. & Sra. Smith
  • Um Dia
  • Avatar: O Último Mestre do Ar
  • O Regime
  • X-Men '97