Rolling Stone Brasil
Busca
Facebook Rolling Stone BrasilTwitter Rolling Stone BrasilInstagram Rolling Stone BrasilSpotify Rolling Stone BrasilYoutube Rolling Stone BrasilTiktok Rolling Stone Brasil
Música / PARTYGIRL DJ set

Charli XCX e Taylor Swift: Entenda origem de rumores sobre treta

Fãs gritaram 'Taylor morreu' durante DJ set de Charli XCX em São Paulo, no último sábado, 22

Redação Publicado em 24/06/2024, às 16h05

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Charli XCX (Foto: Reprodução/Instagram) | Taylor Swift (Foto: Gareth Cattermole/TAS24/Getty Images)
Charli XCX (Foto: Reprodução/Instagram) | Taylor Swift (Foto: Gareth Cattermole/TAS24/Getty Images)

Charli XCX não gostou de ouvir seus fãs gritando "Taylor [Swift] morreu" durante a PARTYGIRL DJ set, em São Paulo, no último sábado, 22. 

As pessoas podem, por favor, parar? Online ou nos meus shows. Isso é o oposto do que quero e me incomoda que alguém pense que há espaço para isso nessa comunidade. Não vou tolerar - Charli XCX via Instagram stories

Lançamentos no mesmo dia

Fãs da artista britânica também atacaram Swift quando ela lançou uma versão digital exclusiva de The Tortured Poets Department na mesma semana em que Brat chegou às plataformas de streamings.

Internautas apontaram que a proximidade dos lançamentos interferiu nos charts e impediu que Charli chegasse ao topo dos rankings do Reino Unido. 

Indireta na música?

A faixa "Sympathy is a knife", do novo disco de Charli XCX, foi apontada por fãs como uma indireta para Swift. Na letra, ela diz que não quer "vê-la nos bastidores do show" de seu namorado e que torce para que "eles terminem rápido".

Há quem acredite que Charli fez referência ao romance breve de Taylor com Matty Healy, vocalista do The 1975. Charli é noiva de George Daniel, baterista da banda.

Show de abertura

Charli XCX já fez o show de abertura com Camila Cabello para Taylor Swift em 2018, durante a Reputation Tour. Após a performance, Charli afirmou que não repetiria a dose: "Sou muito grata que Taylor me chamou nessa turnê. Mas, como uma artista, foi como se eu entrasse no palco e acenasse para crianças de 5 anos".