Rolling Stone Brasil
Busca
Facebook Rolling Stone BrasilTwitter Rolling Stone BrasilInstagram Rolling Stone BrasilSpotify Rolling Stone BrasilYoutube Rolling Stone BrasilTiktok Rolling Stone Brasil
Música / CASO GRAVE

Filho de Tom Hanks condena uso de sua música por racistas: "Deplorável"

"White Boy Summer", lançada em 2021 de Chet Hanks, está sendo usada por supremacistas brancos para espalhar racismo e machismo

Henrique Nascimento (@hc_nascimento)
por Henrique Nascimento (@hc_nascimento)

Publicado em 08/07/2024, às 05h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Filho de Tom Hanks condena uso de sua música por racistas: "Deplorável" - Rodin Eckenroth/FilmMagic
Filho de Tom Hanks condena uso de sua música por racistas: "Deplorável" - Rodin Eckenroth/FilmMagic

Chet Hanks, filho do ator Tom Hanks, usou as suas redes sociais para condenar o uso de sua música, "White Boy Summer" ("Verão dos Meninos Brancos", em tradução livre), por supremacistas brancos para promover ódio contra grupos minoritários e espalhar racismo e machismo.

Lançada em 2021, sob a alcunha de Chet Hanx, a música é uma resposta a "Hot Girl Summer", de Megan Thee Stallion, e falava sobre "caras descolados" que queriam curtir com garotas como RihannaMadonna, como diz a letra.

No entanto, segundo o NME, um relatório do Global Project Against Hate and Extremism, organização que monitora a propagação de racismo, apontou que a frase se tornou um slogan para grupos extremistas. Ouça:

Nas redes sociais, Hanks fez questão de deixar isso claro: "'White Boy Summer' foi criada para ser uma celebração divertida e brincalhona de garotos brancos descolados, que amam belíssimas rainhas de todas as raças", escreveu.

"Qualquer outra coisa em que [a música] tenha sido distorcida para apoiar qualquer tipo de ódio ou intolerância contra qualquer grupo de pessoas é deplorável e eu condeno isso", continuou Hanks. "Espero que todos possamos espalhar amos uns pelos outros e tratar uns aos outros com bondade e dignidade".