Rolling Stone Brasil
Busca
Facebook Rolling Stone BrasilTwitter Rolling Stone BrasilInstagram Rolling Stone BrasilSpotify Rolling Stone BrasilYoutube Rolling Stone BrasilTiktok Rolling Stone Brasil
Notícias / CASO GRAVE

Alec Baldwin é novamente indiciado por homicídio culposo em morte de diretora

Caso foi reaberto pelos promotores Kari Morrissey e Jason Lewis, que se dedicaram a aprofundar as investigações nos últimos meses

Henrique Nascimento (@hc_nascimento)
por Henrique Nascimento (@hc_nascimento)

Publicado em 20/01/2024, às 10h15

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Alec Baldwin é novamente indiciado por homicídio culposo em morte de diretora (Foto: Mike Coppola/Getty Images)
Alec Baldwin é novamente indiciado por homicídio culposo em morte de diretora (Foto: Mike Coppola/Getty Images)

Quase um ano após as acusações serem retiradas contra Alec Baldwin, o ator foi novamente indiciado por homicídio culposo pela morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins, em outubro de 2021. A decisão já era prevista e foi tomada promotores do caso Kari Morrissey e Jason Lewis.

Na época em que as acusações contra Baldwin foram retiradas, a dupla havia afirmado que a intenção era aprofundar as investigações sobre o que realmente aconteceu no set de filmagens de Rust e o que levou à morte de Hutchins.

+++LEIA MAIS: Vídeos mostram Alec Baldwin preocupado com a segurança no set de Rust antes de tragédia em 2021

Baldwin foi formalmente indiciado na última sexta-feira, dia 19 de janeiro, após um júri de 12 pessoas avaliar novas evidências de que o ator teria sido responsável pelo disparo mortal, o que ele nega. Segundo o ator, ele não sabia que havia munição verdadeira dentro da arma, já que isso não é algo permitido nos sets de filmagens.

"Embora Alec Baldwin tenha negado, repetidamente, ter disparado o gatilho, considerando o resultado dos testes, as descobertas e as observações reportados aqui, o gatilho teria que ser disparado ou apertado o suficiente para liberar totalmente a munição", diz o relatório [via BBC].

+++LEIA MAIS: Novo relatório forense indica que Alec Baldwin teria puxado o gatilho durante gravação de filme

Em maio do ano passado, Baldwin foi criticado por publicar uma foto no set de filmagens de Rust, que retomou as gravações dois anos após a morte de Hutchins. Na imagem, o ator aparecia sorridente ao lado de seu colega de cena, Patrick Scott McDermott, enquanto o elogiava pelo trabalho na produção.

Nos comentários, internautas expressaram o seu descontentamento com o conteúdo compartilhado: "O fato de que alguém morreu tragicamente nesse set, uma jovem mãe no caso, deveria significar que, enquanto você vai finalizar o filme, talvez por respeito e senso comum, você não publicaria fotos felizes com os sobreviventes desse filme em particular no set. Pelo amor de Deus", comentou um usuário do Instagram na ocasião.